Não conte a ninguém - Harlan Coben

quarta-feira, maio 07, 2014

Depois de uma semana de atraso, enfim trago a resenha do livro de Maio do A book for three.

Lembranças machucam. As boas, mais ainda.


Sinopse: "Há oito anos, enquanto comemoravam o aniversário de seu primeiro beijo, o Dr. David Beck e sua esposa, Elizabeth, sofreram um terrível ataque. Ele foi golpeado e caiu no lago, inconsciente. Ela foi raptada e brutalmente assassinada por um serial killer.

O caso volta à tona quando a polícia encontra dois corpos enterrados perto do local do crime, junto com o taco de beisebol usado para nocautear David. Ao mesmo tempo, o médico recebe um misterioso e-mail, que, aparentemente, só pode ter sido enviado por sua esposa. 

Esses novos fatos fazem ressurgir inúmeras perguntas sem respostas: Como David conseguiu sair do lago? Elizabeth está viva? E, se estiver, de quem era o corpo enterrado oito anos antes? Por que ela demorou tanto para entrar em contato com o marido?"Não sou muito fã de livros policiais, o que me deixe ou um tanto desanimada com a escolha do mês de Maio. A capa também não me animou, e confesso que a sinopse não me deixou tão curiosa assim. Mas é como diz a velha e clichê frase: "Não se julga um livro pela capa". Pois é, eu o fiz e me enganei. 

O autor, Harlan Coben, possui uma escrita simples e agradável. Não me refiro exatamente ao enredo, mas sim às palavras escolhidas para escrevê-lo. É uma leitura leve, que te faz passar dez páginas sem ao menos notar. Claro que os acontecimentos também ajudam. No inicio achei que seria mais uma história de assassinato com um conflito minimo. Me enganei. Os personagens estão interligados. O autor cria situações que prendem, e mais, quando você acha que entendeu, descobre que não. 

A verdade é que, gosto de livros que me confundem. Ou melhor, que me fazem acreditar em algo no inicio ou no decorrer da história e depois me surpreendem.  

“Eu vivia ouvindo aquele besteirol de “melhor ter perdido a pessoa amada do que nunca ter vivido um grande amor”. Outra besteira. Acredite, não é melhor. Não me mostre o paraíso e depois o destrua.”

Leia as resenhas da Maya Quaresma e da Maria Fernanda

You Might Also Like

2 Comentários

  1. Achei interessante o trecho que vc citou do livro, e também achei legal suas palavras comentando sobre... rsrs.... Estou literalmente longe dos livros, mais sempre curti por demais os livros de Agatha Christie, principalmente as histórias do detetive belga Hercule Poirot, imagino que você deva conhecer certo? Caso não, de uma chance a eles... rsrs.. Beijo!! :)

    ResponderExcluir
  2. Adoro os livros do Harlan coben, esse ainda não li, pelo fato da sinopse não me chamar a atenção também, mas adorei a resenha, vou tentar ler e parabéns :)

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! ♥

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images

Subscribe