Mudança

segunda-feira, setembro 24, 2012

Imagem

É tão estranho o teu modo de agir. Parece ser tão natural, mas é completamente diferente de tudo aquilo que era antes, do que eu me acostumei. Sabe aquela pessoa pela qual apostei todas minhas expectativas e após muita insistência da sua parte resolvi dar uma chance? Já não sei mais quem é. Sempre ouvi que as pessoas mudam depois de um tempo de convivência, às vezes começa-se a ver espinhos na rosa que um dia tocou-se sem nem notar sinal de riscos. É aí que se acorda para a vida, fecha-se o livro e chuta o conto de fadas para um canto escuro do quarto, talvez para um canto escondido do coração; por um bom tempo a lembrança é deixada de lado, um dia volta, mas por enquanto, dá para respirar com alívio por algum tempo. Enquanto o aperto no peito, que traduzo como saudade ou algum tipo de ressentimento, não vem, pulo cantante pelos quatro cantos; porque amuar-se é regra de fracos, armadilha do subconsciente, obstáculo da vida. E eu, sendo a primeira coisa que você perdeu, digo: Não te resta quase nada.

Desafio #019

You Might Also Like

7 Comentários

  1. Brunna, em primeiro lugar queria agradecer pelos comentários que você deixa em meu blog, eu os adoro. E em segundo pedir desculpa pela demora em ver seu cantinho.
    A resposta para que o ''conto de fadas'' tenha se tornado algo ruim é simples: quando nos apaixonamos, excluímos todos os defeitos que o outro possuí, queremos deixar para pensar nisso depois. E depois de um tempo, até mesmo as qualidades que nos fizeram apaixonar vão se tornando defeitos, coisas que nos aborrecem. Sem contar que sim, as pessoas mudam. E nós sabemos disso quando escolhemos ficar com alguém.
    Volto mais vezes, adorei seu blog. Um beijo, @pequenatiss.

    ResponderExcluir
  2. Tão delicado e forte ao mesmo tempo. Nem sei o que dizer.
    Gostei! Gostei mesmo.
    Não consegui escrever sobre este tema, eram muitas ideias bagunçadas.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  3. Por essas e outras que nunca devemos estacionar em alguns sentimentos.
    Somos alheios aos desejos do mundo, instáveis demais para acreditar numa segurança eterna.

    Texto intenso. Vou seguir.

    ResponderExcluir
  4. Oi Brunna,

    ahh a gente vive sempre atrás de mudanças né? E quando elas vem sempre assustam um pouquinho, mas seu texto é muito sensivel, adorei e o blog tbm. Achei vc la no blogueiros e ja estou seguindo...

    ...quando tiver um tempinho passe pra conhecer o meu também: http://www.drinfinitoparticular.com/
    supe beijos

    ResponderExcluir
  5. As mudanças sempre aparecem porque são inevitáveis, mas torcemos para que sejam boas e nem sempre é assim.
    O que nos resta? Apenas reparar nas boas mudanças e seguir em frente ^^
    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Muitas vezes não sabemos para onde ir quando o que temos a fazer é se trancar dentro de nós como se isso fosse nos libertar, e são nesses momentos que chuto o conto de fadas para um canto escuro do quarto, porque a ilusão criada pela mente e por tudo o que nos cerca sempre esquece de avisar que o fim, muitas fezes nem um fim é.

    A combinação da simplicidade das palavras, com o sentimento, e a poesia deram origem há um pequeno grande texto. Belo!

    tercerapessoa.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! ♥

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images

Subscribe