Rude e doce Veraneio

quinta-feira, julho 19, 2012

Tem verão marcado nesse inverno rude e doce. Rude pois consegue chegar e tomar tão facilmente a mente que o único caminho aberto anteriormente transforma-se em duas portas distintas. Doce porque traz consigo as melhores sensações, de conforto, euforia, risos soltos na noite cálida, e alma leve. É lembrança boa que vem, são circunstancias estranhas que vem fazer querer deixar de lado e seguir ignorando esse tal efeito que causa aqui, lindo causador veraneio. O tempo faz soprar aqui o vento, que busca palavras que convençam essa alma já certa de que hoje decide ficar no meio do caminho, e que sopra dizendo que temer é fraco diante de que nesse meio caminho não fico sozinha. É aí que a noite ganha um véu sobre as duas portas que alguém fez surgir.

Não é não querer enxergar ou ter de escolher, mas usufruir do que antes já foi deixado de lado pelo temor da possível falha. E hoje, agora, podendo ser só mais um momento passageiro, lembro tanto de um cumprimento e despedida que toda essa distância fica minima diante da beleza de todas as boas memórias. 

You Might Also Like

1 Comentários

  1. Recomeçar. Essa é a palavra.
    Tão lindo!

    Beijo, Brunna.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! ♥

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images

Subscribe